top of page
  • Foto do escritorSBP Advocacia

24 mil vagas em fevereiroParaná foi o terceiro estado na geração de empregos

O Paraná terminou o mês de fevereiro com um saldo positivo de 24.081 empregos com carteira assinada, de acordo com os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).


O resultado (diferença de 162.139 contratações e 138.058 demissões) faz do Estado o mais bem colocado da região Sul e o terceiro do Brasil, com um crescimento de mais de 250% em relação ao saldo de janeiro, quando houve a abertura de 6.792 vagas de trabalho formal.


Em nível nacional, o Paraná ficou atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, estados mais populosos, que tiveram um saldo de 65.356 e 29.983 vagas, respectivamente.


A terceira posição ocupada pelo Estado é melhor do que a de fevereiro de 2022, mês em que o Paraná foi o quarto do Brasil em número total de vagas abertas. O País encerrou o mês com saldo de 241.785 vagas – o Paraná representou quase 10% do total.


O setor de serviços foi o responsável pelo maior número de vagas abertas em fevereiro, com 16.997. Depois, estão a indústria (2.543), comércio (2.141), agricultura (1.222, puxada pela safra de soja) e construção (1.178), com números positivos em todos os segmentos.


O Paraná liderou a geração de empregos no comércio no último mês, segmento cujo saldo nacional foi negativo no período, com 1.325 demissões.


Dos 399 municípios paranaenses, 304 tiveram saldo positivo, o que equivale a 76% de todas as localidades. Na outra ponta, 84 municípios demitiram mais do que contrataram, enquanto 11 cidades permaneceram no mesmo patamar de empregados formais que possuíam em janeiro.


CIDADES

Nos dados por município, o principal destaque é para Curitiba, com um saldo de 7.292 vagas em fevereiro. Londrina, na região Norte, registrou 1.721 novos empregos, enquanto Maringá, no Noroeste, teve um saldo positivo de 1.099.


Na região Oeste, os municípios que tiveram mais contratações foram Toledo (829) e Cascavel (745). A Região Metropolitana de Curitiba também ajudou a puxar os bons números estaduais, especialmente em São José dos Pinhais (608), Pinhais (511), Colombo (439), Campo Largo (327) e Araucária (226).


Completam a lista de maiores saldos as cidades de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, com 619 vagas, Francisco Beltrão, no Sudoeste, com 476, e Apucarana, no Vale do Ivaí, com 419.


ACUMULADO

No bimestre, o Estado também ocupa a terceira colocação no Caged, com saldo 30.873 de 2023, quesito que também é liderado por São Paulo (83.597), seguido por Santa Catarina (36.206).


Em 2022, o Paraná foi o quinto maior gerador de empregos formais do País, com pouco mais 118 mil vagas com carteira assinada no acumulado dos 12 meses.


 

SBP Notícias

Compliance. Empresas evoluem, mas ainda devem avançar no fortalecimento do processo


Santiago, Bega & Petry Advocacia entre os Escritórios e Advogados mais Admirados do Brasil




Comments


bottom of page